domingo, 3 de abril de 2011

1001 idéias na minha cabeça...


Boa Noite amigas blogueiras.


Vou tentar postas meus pensamentos, estou pensando em tantas coisas q. sou capaz de escrever escrever e não dizer nada!


Hoje eu me perguntei como seria a vida da Isadora sem a minha presença...

E mais uma vez meu coração ficou miudinho miudinho.

Eu pensei em viajar sem ela, e logo me perguntei, como ela reagirá na minha ausência???

Por exemplo, agora ela está dormindo... mas murmurou choramingando mamaaaae... eu fui lá na nossa cama, beixei ela, e falei baixinho - mamãe tá aqui! E fiquei cheirando ela... Logo ela se acalmou.

Desde que Isadora nasceu, eu não dormir uma noite se quer sem ela.

E na hora de dormir, é so meu colo que ela procura.

Só dorme fussando nos meus braços, e eu beijo, canto, balanço o bumbum e ela dorme.

Eu confesso que não gosto dessa dependência dela por mim...

Não por que eu não a ame e não goste de mima-la.

EU AMO MIMAR minha filha.

Mas por que tenho medo, de um dia faltar na vida dela, e ela sofrer com isso!

Quero ela independente, forte e tendo outros amores e outros braços aberto pra ela.

Sei que é bobagem, e tem gente que acha que esses meus pensamentos são pensamentos q. não se devem pensar...


Mas eu não acho que as coisas triste so acontecem com os outros, não não.

Eu entendo que tbm sou humana e passível das dores da vida.



Pois bem, meu outro pensamento...

É pela minha avó.

Está muito doente, o médico só deu 3 dias de vida.

Se sobreviver até lá, se submeterá a outra cirurgia.

Ela está sofrendo, hospitalizada, com dores, e sem expectativa de melhoras.

Vó, obrigada por todo carinho, perdão pela ausência.

Que Deus coloque sua mão, sare suas dores, sare essa doença.

Pra quem acredita em milagre e tem um filho de milagre, eu não poderia deixar de acreditar que para Deus tudo é possível.

Te Amo!



E minha outra preocupação... se chama meu grudinho chamado Isadora.

Pois bem, Isa anda super grudada comigo.

Por isso que eu sempre digo HÁ TEMPO PARA TUDO DEBAIXO DO SOL.

Minha pequena quando chega em casa sai pelos cômodos me procurando.

Se eu ligo para saber se ela está bem, ela fala comigo no celular...

Nossa conversa...

Eu: - Filha, é mamãe.

Ela: - mamãe?

Eu - Filha tudo bom? vc tá bem?

Ela: - bem.

Eu: - Filha vc me ama?

Ela: ama, mamãe.

Eu - Se comporte, viu? chego já, tá bom?

Ela: bom.

Minha espoleta, como eu te amo!



Boa Noite e uma boa semana.

Coraçãozinho apetado pela minha avó.

Vó que Deus te proteja, te abençõe e te dê saúde, amém.

2 comentários:

Fran disse...

Oiie, Estava fussando no blog e achei o seu, nossa esta mensagem sua é de doer o coração, se fosse facil fazer todo nos nao passariamos por isso, depois que tive o Cauã tbm fiquei assim, com muito medo de morrer e deixa-lo, estive varias vzs no hospital e nada, os médicos disse que é psicologico, fica assim nao , tenta desviar os seus pensamentos, estou aprendendo a lidar com isso, E sua Vó? como está? Manda noticias.
Beijos

Mirys + Guigo + Nina disse...

Linda foto!!! Lindas palavras!!!! Parabéns pelo post!!!

Mulher, mas não fique pensando em como seria sem você, não... porque essa realidade é tão, mas tãããão difícil, que é melhor nem pensar nela! Porque, só de pensar, dói!

E tudo o que tiver planejado por Deus para acontecer (para todos nós), vai acontecer, no momento certo. Então, descansa e curte a pequena!!!!

Dorme muito junto, abraça muito, beija muito, fala muito no telefone!!! Que eles crescem (ah!... isso, sim, é inevitável...) e tudo isso acaba!

Bjos e bençãos.
Mirys
www.diariodos3mosqueteiros.blogspot.com